Como funciona a lavagem de uniformes hospitalares?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O uso de uniformes hospitalares gera muito polêmica, seja em questão das saídas com jalecos, seja pelo motivo das lavagens. A dúvida que acerca essa pergunta é se eles devem ser lavados em lavanderias, no hospital ou até mesmo em casa. O fato é que a forma como os uniformes são tratados, lavados e estocados pode influenciar o nível de contaminação bacteriana nos mesmos.

Uma solução encontra pelos hospitais é processar os uniformes em temperaturas mais baixas daquelas recomendadas pelo Guideline do CDC [2003] – 71.1ºC. Esse ajuste nos processos de lavagens acontece nos ciclos de produtos químicos utilizados, com o principal objetivo de reduzir custos. O que tem acontecido é que alguns instituições tem autorizado os profissionais a lavarem seus uniformes em casa, inclusive a roupa  cirúrgica e jalecos. A preocupação é que o formato de lavagem de roupas de trabalho em casa diferem muito daquelas realizadas por lavandeiras hospitalares.

Lavar o uniforme hospitalar em casa é realizada em baixa temperatura e alvejantes muitas vezes não são adicionados devido ao colorido das roupas, entre outros. Com o aumento das taxas de infecções hospitalares e aumento nos níveis de resistência bacteriana no cenário hospitalar, a contaminação de uniformes pode ser um fator ambiental de transmissão de infecção. Além disso, o material usado na confecção de roupas hospitalares, não pode oferecer baixa qualidade.

Para regular isso, existem normas que respeitam diversos tipos diferentes de leis de cunho estadual e federal, que devem ser do conhecimento do fornecedor que fará essa demanda para atender as expectativas e não acabar desperdiçando tempo e dinheiro de quem contratar os seus serviços. Cada detalhe conta, e apenas com segurança é que se pode contratar um fornecedor de roupas hospitalares.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×